história-da-moda-logo.gif








Estilistas de Moda
Gabrielle Bonheur Chanel (1883-1971)

Roupas marinheiro.Estilista francesa que nasceu na cidade de Saumur, na França, e vendia chapéus na cidade de Paris. A partir de 1925, Chanel começou a frequentar as reuniões com as pessoas da alta sociedade e era íntima de grandes personagens como Salvador Dalí e Picasso. Quando ficou envolvida com a costura, a estilista defendia o uso de roupas mais amplas sem a utilização de faixas e corpetes.

Além disso, Chanel foi responsável pelo lançamento das roupas com tecidos xadrez, blusas de malha fina, calças boca-de-sino, jaquetas curtas, calças marinheiro, vestidos nas cores vermelho escarlate e a fragrância Chanel nº 5, um dos perfumes mais admirados em todo o mundo. A estilista gostava de criar roupas que deixassem a mulher livre e com facilidade de movimentação. Apesar disso, ela abusava no uso d
e acessórios.

O termo “pretinho básico” surgiu graças à Chanel que, em 1926, apareceu com um dos seus vestidos na capa da revista Vogue. Com o início da Segunda Guerra, ela fechou as portas de suas lojas e só voltou a dedicar-se ao mundo da moda em 1954. Faleceu em 1971, em Paris, e sua empresa ficou sob os cuidados de Karl Lagerfeld a partir de 1983.

Elsa Schiaparelli (1890-1973)

Estilista que nasceu na Itália e conseguiu estudar em outros países graças à condição financeira favorável de sua família. Morou um período nos Estados Unidos com seu marido, mas após o divórcio, acabou indo para a França. Como desenhava, ela começou a vender suas primeiras roupas e abriu a primeira loja em 1927 e a primeira coleção, dois anos depois.

Elsa Schiaparelli era muito amiga de diversos artistas; porém, era rival da estilista Coco Chanel. Essa desavença ocorria porque as duas possuíam estilos muito distintos. Elsa apresentava modelos considerados exóticos e diferentes, uma vez que a estilista tinha inspiração nas artes, na astrologia e no circo. Ela abusava das cores vivas, intensas e em 1938 lançou um perfume  chamado “Shocking”, que tinha uma embalagem na forma do corpo de uma mulher. Na Segun
da Guerra Mundial, ela se mudou para os EUA e retornou para a capital francesa após o fim do conflito. Reabriu sua loja e lançou mais alguns produtos associados a seu nome.

Christian Dior (1905-1957)


Esse estilista francês nasceu em 1905, na cidade de Paris, em uma família rica. Era excelente no desenho, mas acabou estudando ciências políticas por um desejo de seu pai. Não trabalhou na área e viajou pelo continente europeu até o momento em que abriu uma galeria de arte com alguns amigos. Ficou gravemente doente em 1934; melhorou e começou a desenhar croquis, que eram publicados em um jornal parisiense.

Ele passou a des
Estilistas.enhar para maisons na cidade e começou a trabalhar para o estilista Robert Piguet, sendo que, durante a guerra, foi convocado para a batalha. Trabalhou com  Lucien Lelong e tentava ter sua própria loja de roupas. Conseguiu o feito em 1946, lançando a primeira coleção no ano seguinte e isso foi causando um verdadeiro sucesso, pois as suas roupas eram sofisticadas, femininas e elegantes.

Os vestidos eram mais longos, com a cintura marcada e as saias mais amplas. Seu padrão para roupas ficou conhecido como “New Look” e foi responsável pelo lançamento de diversos produtos com sua marca. Ficou responsável pelas roupas de diversas mulheres famosas e abriu filiais de suas lojas em outros países. Faleceu em 1957 e sua grife ficou aos cuidados do estilista Yves Saint-Laurent, que deixou a empresa em 1960, para servir o exército.

Vários estilistas ocuparam o cargo de chefia da marca que, em 1997, foi assumido por John Galliano, estilista mais exótico com inspiração em traços indígenas e orientais. Em 2011, o estilista foi demitido da Dior, após um vídeo seu ser divulgado. Nele o estilista brigava com um casal e proferiu insultos antissemitas.

Cristóbal Balenciaga (1895-1972)

Estilista que nasceu na região basca da Espanha e ainda adolescente foi trabalhar como aprendiz de alfaiate na cidade de Madrid. Abriu uma casa de costura em sua cidade e, em 1936, mudou-se para Paris e lá lançou sua primeira coleção. Ele era capaz não só de desenhar suas criações, mas também cortá-las e costurá-las.

Suas roupas eram elegantes, dramáticas e representavam sua inspiração. Lançou peças como cintura estreita, quadris marcados, jaquetas largas, boleros e vestidos. Em 1948, lançou um perfume e durante a década de 50 ditou a moda feminina com casacos, vestidos e saias mais curtas. Em sua última coleção, lançou jaquetas e saias menores. Aposentou-se em 1968 e faleceu aos 77 anos. Em 2011, a marca foi comprada pela Gucci.

Louis Vuitton (1821-1892)

Louis Vuitton era fabricante de bolsas no século XIX na cidade de Paris e confeccionava suas bolsas e malas na cidade. Ficou conhecido por ter um desenho diferente dos que eram utilizados na época. Em 1896, foi criado o monograma que identifica a marca para evitar falsificações. Já em 1930, a marca chega a diversos países, levando suas bolsas femininas para milhares de consumidoras.

A empresa realizou uma fusão com algumas marcas de luxo. Em 1998, foi contratado o estilista Marc Jacobs, que desenhou roupas e acessórios para a marca. Sem alterar a essência das bolsas, ele tem conseguido manter as clientes da marca e administrar sua própria marca.

Yves Saint-Laurent (1936-2008)

Yves nasceu na Argélia, após sua família ter saído da França. Ele sempre gostou das artes e retornou a Paris em 1954 e lá frequentou uma escola especializada. Ganhou um concurso internacional e chamou tanto a atenção que foi contratado para auxiliar Christian Dior. Após a morte deste, ele ficou responsável pela maison e em sua primeira coleção fez um grande sucesso lançando peças como saias evasês e vestidos trapézio.

Após ter ido para a guerra, retornou para Paris e decidiu abrir seu negócio próprio, que tem como marca registrada as siglas YSL. Em 1965, lançou vestidos tubinhos que se tornariam símbolos dele e de uma época. Um ano depois, criou o terno feminino e depois também lançou moda com o casaco marinheiro, o blazer e o vestido-camisa. Naquela mesma década, abriu uma boutique apenas para homens. Lançou as coleções 40, África e Rússia.

Em 1993, vendeu sua grife para um grupo de empresários e 6 anos depois, a marca foi comprada pelo empresário François Pinault, que também é dono da Gucci. Em 2002, ele deixou o mundo da moda e realizou um grande desfile com suas peças mais famosas. Faleceu de câncer, em Paris.

Roupas de alta costura.Hubert James Taffin de Givenchy (1927)


Francês nascido na cidade de Beauvais e desde criança, já apreciava o mundo da moda. Apesar de sua família desejar sua formação como advogado, ele ingressou na Escola de Belas Artes. Realizou trabalhos com Christian Dior e Elsa Schiaparelli e abriu sua própria loja em 1952. No ano seguinte, ele começou uma amizade com a atriz Audrey Hepburn.

Ele foi o responsável pela criação das roupas que a atriz usou em vários filmes. Ela utilizou modelos como vestidos pretos e com cintura marcada. Representava muita elegância e a atriz chegou a requisitar que somente ele desenhasse suas roupas nos filmes. Posteriormente, ele recebeu a influência do estilista Balenciaga.

Criou os modelos largos, peças que podiam ser combinadas e blusas feitas com tecidos de camisas. Em 1981, a marca foi vendida para uma empresa de marcas de luxo. O estilista fez seu último desfile em 1995.

André Courrèges (1923)


Estilista que nasceu na cidade francesa de Pau que se interessou pelo design e estudou em  uma escola de engenharia civil. Em 1949, ele começou a trabalhar com Cristóbal Balenciaga e trabalhou com ele por uma década. Em 1961, abriu sua própria maison e nos primeiros anos, causou polêmica quando lançou as primeiras pantalonas.

Em 1964, o estilista apresentou uma coleção com tons de branco e totalmente futurista e recebeu o nome de “space age”. Ele desenhava roupas pensando nas mulheres do futuro e no conforto das roupas que elas iriam usar. Na década de 70, lançou perfumes e roupas masculinas. Tornou-se um grande símbolo da alta-costura moderna e inovadora.
 
 
Fashion Week   -->>  Estilistas de Moda
História da Moda
Evolução da Moda
Moda no século XIX e XX
Fashion Week
Estilistas de Moda
Fale Conosco
Mapa do site